Saiba como criar um mundo de fantasia para crianças!

4 minutos para ler

É comum a preocupação dos pais em relação ao mundo de fantasia da criança e quanto tempo ela passa lá. O maior receio é que os pequenos não consigam distinguir o que é fantasia do que é realidade e possam se acidentar.

Mas basta saber como criar um mundo de fantasia saudável junto ao seu filho, que você poderá ter benefícios nessa atividade com ele. É possível educar e até ajudá-lo a superar problemas na escola ou em sua vida pessoal.

Veja algumas dicas de como criar um mundo de fantasia e não deixe de viver essa gostosa e importante aventura com ele!

Crie um universo

O primeiro passo é criar um universo onde as histórias acontecerão. As cenas, com diferentes personagens sendo introduzidos, deverão ser adaptadas para a realidade daquele mundo.

Quando falamos de crianças, é normal que esse universo de fantasia seja bagunçado. Por exemplo, quando eles são pequenos demais para entender, podem querer que seu universo seja outro planeta, e tenha astronautas e sereias convivendo juntos.

Procure respeitar, de acordo com a faixa etária do pequeno, as escolhas de elementos para esse universo. Entretanto, é importante educá-lo para entender o que faz mais sentido para aquele cenário.

Invente um enredo

O enredo é muito importante para que os pais possam levar, de forma lúdica, muitas mensagens aos filhos. Criar um universo de fantasia e deixar a criança brincando sozinha não trará tantos resultados quanto a sua participação no enredo!

Para isso, aproxime história e realidade da criança. Faça algum personagem passar pelas mesmas situações que ela e busquem juntos uma forma para aquele personagem superar os ocorridos.  

E, lembre-se, em caso de querer ensinar uma lição importante, como a ser mais educado na forma de falar com os outros, faça o personagem receber recompensa ou punição conforme seu comportamento!

Atenção aos personagens

A construção dos personagens passa pelos seus valores, motivações e ações. Por exemplo, se haver algum vilão na história, pode ser comum ele agir determinada maneira e por essa razão ele proporciona medo e receio nos outros personagens.

O poder pode ser tentador para uma criança. Para que ela não repita as falas ou ações desse vilão na sua realidade, uma boa dica, caso opte por ter algum vilão, é fazê-lo mais bobalhão e com planos falhos.

Evite também palavras e ações mais agressivas especialmente em crianças abaixo dos 7 anos. Elas tendem a repeti-las em suas brincadeiras cotidianas — podendo misturar esse mundo de fantasia com a realidade, mas de uma forma negativa.

Converse após brincar

Crianças muito pequenas podem não saber fazer uma associação natural entre o mundo da fantasia e a sua realidade. Então podem não entender que aquelas situações que os personagens vivem, se aplicam também na vida delas.

Por isso, sempre converse após essa brincadeira com o pequeno. Faça ele refletir sobre o que aconteceu no episódio da história, e sobre o que anda acontecendo na vida real dele. Ajude-o a fazer essa ligação e buscar uma superação assim como o personagem.

Um dos maiores benefícios em saber como criar um mundo de fantasia é que algumas situações podem ser explicadas em uma conversa após o enredo no universo fantasioso.

Essas brincadeiras podem ajudar muito os pequenos a passarem por traumas, bullying, divórcio dos pais, mortes de familiares e animais domésticos ou outras frustrações. 

Se você gostou do post, aproveite para seguir as nossas redes sociais e continuar acompanhando as próximas publicações. Confira nossos perfis no Facebook e no Instagram!

Posts relacionados

Deixe uma resposta