[Jul/19] Conheças 5 brincadeiras para promover o desenvolvimento infantil

4 minutos para ler

Promover o desenvolvimento infantil é uma tarefa muito importante. Normalmente, os pais, cuidadores e a escola são os maiores envolvidos nessa missão que exige atenção e cuidado.

A boa notícia é que as brincadeiras podem (e devem) fazer parte dessa rotina. Em cada fase da infância é possível trabalhar diferentes habilidades de uma forma mais divertida e lúdica para atrair a atenção da criançada.

O que você acha dessa ideia? Já parou para pensar que propor uma atividade para passar o tempo pode contribuir para a evolução do seu pequeno? Confira as nossas sugestões a seguir!

1. Jogo da memória

A memorização é um dos processos que promovem o desenvolvimento cognitivo, assim como a associação, o raciocínio e a linguagem. De certa forma, para memorizar alguma coisa é preciso ativar a percepção e assimilar as informações obtidas para tentar guardá-las.

Nesse sentido, um simples jogo da memória cumpre bem a sua função. No desejo de acertar os desafios e vencer, a criança começa a prestar atenção em cada carta virada para tentar encontrar logo o seu par. Os primeiros erros servem para fixar os dados e buscar a solução, dinâmica que pode ser dificultada conforme a faixa etária.

2. Contação de histórias

Uma das competências mais valorizadas no mercado de trabalho atual é a criatividade. Sendo assim, as pessoas estão buscando maneiras de exercitarem a sua capacidade de criação, abandonando o pensamento de que esse é um talento nato e inalcançável.

A verdade é que todos podem desenvolver essa habilidade e que isso pode começar ainda na infância. A leitura é reconhecidamente uma das formas mais eficazes para abrir a mente e ser mais criativo. Além disso, esse é um hábito que precisa ser estimulado em todas as fases da vida.

Então, nada melhor do que reunir as crianças para uma roda de leitura. Mesmo aquelas que nem sabem ler ainda vão aproveitar o momento para ouvir e instigar a imaginação. Vale lembrar que contar histórias próprias é outra alternativa, deixando a fantasia fluir com mais liberdade.

3. Esconde-esconde

Outros dois aspectos relevantes para o desenvolvimento infantil são as funções motora e auditiva. Na brincadeira do esconde-esconde, uma pessoa fica com os olhos fechados e contando números até que o resto da turma se esconda em algum lugar por perto.

O trabalho de encontrar os amigos sem grandes pistas vai exigir ouvidos bem atentos e condicionamento físico para ganhar a disputa da corrida de volta ao posto.

4. Dança das cadeiras

Dois corpos não ocupam o mesmo lugar, certo? Esse é o princípio básico da dança das cadeiras, já que quando a música acaba cada pessoa precisa encontrar um lugar para sentar — sendo que uma sempre vai ficar de fora e sair da brincadeira, no estilo resta um.

Parece uma proposta boba, mas, além de ser muito divertida para as crianças, ela cumpre alguns papéis. A parte da dança contribui para o lado auditivo e físico (coordenação, equilíbrio, noção de espaço etc), sem contar que trabalha a concentração e a agilidade.

Outra vantagem é que as atividades em grupo são ótimas para aprender sobre socialização e questões como perder, ganhar e respeitar o outro.

5. Caça ao tesouro

Despertar a curiosidade e oferecer uma recompensa são certamente dois caminhos para atrair crianças. Para deixar mais divertido e educador, monte uma trajetória de pistas até que o tesouro seja encontrado. Essa é uma oportunidade para exercitar o raciocínio lógico, a perspicácia, a capacidade de atenção e de percepção.

Viu só como brincadeiras simples e fáceis de fazer em casa ajudam no desenvolvimento infantil? Pensar nas ferramentas e atividades certas é o primeiro passo para promover as capacidades cognitivas e sociais das crianças!

Então, da próxima vez não esqueça de tentar reforçar todas essas habilidades ao participar da diversão! Agora, aproveite para seguir nossas páginas nas redes sociais — Facebook e Instagram — e não perca nossas atualizações!

Posts relacionados

Deixe uma resposta