Por que apresentar culturas diferentes para seu filho? Veja aqui!

5 minutos para ler

Quando visitamos outros lugares é inevitável perceber que as pessoas que vivem ali não são iguais àquelas com as quais convivemos. Isso acontece porque estão inseridas em universos culturais diferentes do nosso, que faz com que suas crenças, costumes e tradições sejam tão particulares.

Essa diversidade é o que torna o mundo tão rico. Quanto mais aprendemos sobre as diferenças que estão ao nosso redor, mais compreendemos o outro e ampliamos as nossas experiências. Pensando nisso, as crianças também precisam ser apresentadas a esse mundo de pluralidade.

Preparamos este artigo para conversarmos um pouco sobre a importância de apresentar culturas diferentes para uma criança e como fazer isso. Continue a leitura e descubra como o contato com o multiculturalismo possibilita um desenvolvimento mais amplo para os pequenos!

Por que apresentar culturas diferentes para a criança?

Dentro do nosso próprio país, podemos perceber as diferenças culturais. Uma pessoa que vive no Sul tem costumes, tradições e até mesmo fala de forma diferente daquelas que vivem no Nordeste, por exemplo. Essas variações são ainda mais expressivas quando viajamos para outros países e continentes.

Quem vive na América é totalmente diferente de quem habita em território asiático. Além disso, a cultura do Ocidente é muito diferente da encontrada no Oriente. A criança precisa conhecer as variações e nuances culturais para entender que as diferenças são naturais e estarão presentes ao longo de toda a sua vida.

Além disso, o contato com culturas diferentes contribui de forma significativa com seu desenvolvimento e formação. Mostrar para nossos filhos e filhas que estão inseridos em um mundo gigante a ser explorado é algo fundamental.

Demonstrar como cada pessoa pode contribuir de diferentes formas para o coletivo e ter uma forma única de ver o mundo, a vida e o ser humano é importante para o crescimento como cidadão. A seguir, listamos alguns motivos que explicam por que é interessante permitir que os pequenos tenham contato com as diferenças culturais. Acompanhe!

Tolerância à diferença

A convivência exclusiva com pessoas da mesma cultura pode fazer com que a criança entenda que essa é a única forma de viver ou aquela correta. Já o contato com culturas diferentes permite que ela descubra outros comportamentos, costumes e crenças tornando-se mais tolerante e respeitosa. Isso acontece porque percebe que as pessoas não são iguais e isso não é ruim.

Conhecimento histórico e social

Cada cultura traz consigo a história de seu povo e o modo como a sociedade se organiza. Quando a criança passa a ter contato com essas variações, amplia o seu conhecimento acerca desses assuntos e adquire mais saber e experiência. Todos esses ensinamentos contribuirão fortemente com a sua formação.

Visão de mundo

O contato com culturas diferentes evita que a criança cresça limitada, vivendo em uma bolha social. Com vivências variadas, ela tem a oportunidade de ampliar a sua visão de mundo e, consequente, aprender a conviver com hábitos, costumes e comportamentos distintos.

O resultado disso é a possibilidade de perceber que existem outras realidades e que cada uma delas tem a sua beleza, valor e algo de novo a oferecer.

Criatividade e raciocínio

Descobrir culturas diferentes também ajuda a criança trabalhar a sua criatividade. Com a sua visão de mundo ampliada, é possível ver o mundo sob outros prismas e, com isso, seus pensamentos se tornam muito mais ricos.

Além disso, o contato multicultural aumenta a capacidade de raciocínio infantil, visto que encontra novos caminhos para solucionar problemas e inovar nas soluções.

Como apresentar culturas diferentes para a criança?

Atualmente, é mais fácil ter acesso e contato com materiais que tragam características de outras culturas. A era digital nos permitiu isso ao disseminar muitas informações, de maneira ampla e transparente. Por meio da internet, você consegue mostrar vídeos, músicas, fotografias e outras tantas coisas para seu filho — tudo isso sem sair de casa.

O cinema, por exemplo, contribui de forma grandiosa para isso. Existem diversas animações que trazem essas diferenças culturais. Moana, Viva: A vida é uma festa, Lilo & Stitch, Mulan e Pocahontas são apenas alguns bons exemplos de filmes que podem mostrar as culturas de forma próxima das crianças.

Você também pode matricular seus pequenos em escolas que apresentam essa diversidade de uma forma didática no dia a dia escolar. Existem diversas instituições trabalham questões importantes de forma lúdica para que isso tenha um impacto positivo na formação das crianças.

Acima de tudo, é importante que o seu filho tenha contato com culturas diferentes para entender que a sua realidade não é única. É necessário mostrar que vive entre várias nuances, que as pessoas não são iguais e o respeito à individualidade de cada um é a base de tudo. Ao mesmo tempo, seu conhecimento é ampliado e tem um desenvolvimento completo!

Gostou desse artigo? Então, acompanhe nossas postagens nas redes sociais e confira outros temas interessantes que conversamos por lá. Estamos no Facebook e Instagram!

Posts relacionados

Deixe uma resposta